Selvagens à Procura de Lei

A primeira grande revelação do rock brasileiro nesta década

A primeira grande revelação do rock brasileiro nesta década. Essas foram as palavras do crítico musical Jamari França ao ouvir os Selvagens à Procura de Lei. Uma banda com arranjos que derrubam o óbvio e quatro vozes que se completam em letras consistentes e viscerais.  

As guitarras de Gabriel e Rafael equilibram virtuosidade e coração, na medida certa que as canções pedem. Caio traz uma cadência fina com seu baixo sempre inspirado. E para completar vem Nicholas, que sublima a bateria com sua voz e carisma únicos. 

Naturais de Fortaleza, os Selvagens debutaram com Aprendendo a Mentir, álbum lançado em 2001. Uma estreia que ganhou os palcos do Festival Planeta Terra, uma indicação na categoria Aposta do VMB 2012 da MTV e uma gig no Prêmio Multishow junto com o Capital Inicial. O segundo álbum - SAPDL - fez os Selvagens alçarem um voos ainda maiores como o palco do Lollapalooza 2014.

O terceiro álbum, Praieiro, está saindo do forno e chega aos ouvidos dos fãs em maio de 2015. Um álbum de rock que mescla na sua sonoridade a energia pulsante de quatro selvagens à procura de lei. Os arranjos ganham a participação de metais, linhas percussivas e backing vocals femininos. 

Praieiro é a demonstração máxima da criatividade e voracidade dos quatro rapazes de Fortaleza. 12 músicas que funcionam como um retrato de várias faces de uma geração. Um legado que vai ficar por décadas e décadas no rock brasileiro. 

 

(foto: Rafael Kent)