Pulsø 2016 lança coletânea com 14 faixas quentinhas; ouça

Adriana Terra / June 09, 2016

Em abril passado, seis grupos reunindo 30 músicos de diferentes cantos do Brasil se encontraram no centro de São Paulo para criar novos sons. Um dos motes do #PULSØ2016, ocupação musical que aconteceu em sua 2ª edição no Red Bull Station, era mesmo encurtar a distância entre regiões e sonoridades.

Rappers de São Paulo que se somaram a um beatmaker de Petrópolis (RJ); artistas de Salvador reunidos pelo integrante do BaianaSystem Filipe Cartaxo; gente de Goiânia, Minas Gerais e Rio -- coletivo organizado por Macloys Aquino, do Carne Doce; músicos vindos do Sul e do Norte do Brasil; artistas que trabalham sons menos convencionais dentro do eletrônico: todo mundo conviveu por um mês trocando informações, fazendo shows e produzindo as faixas abaixo.

Teve tecnobrega com vocal hip hop e pegada ragga casando muito bem, fruto de uma conexão feita na rua: os paraenses do Pulsø conheceram o MC Caiuby num papo de bar na rua Augusta. Teve rap jazz, unindo a banda formada por músicos gaúchos ao vocal do Kamau e aos scratches do Nyack. Teve parceria entre Belém, Rio e Goiânia na música "Sessão da Praia", indie rock com forte tempero percussivo. E teve ainda colaboração entre músicos baianos e parte do grupo do curador Chico Dub. Salve, Bahia!

"Eu trouxe samples, o Xim trouxe samples e o Nyack trouxe samples. A gente chegou um dia antes de todo mundo, e nesse dia a gente já fez dois beats", conta Kamau, que foi um dos curadores do projeto neste ano.

Mestre Xim, beatmaker de Petrópolis (RJ), veio ao Pulsø a convite de Kamau

Além de ter chamado músicos de fora para gravar, o grupo que o rapper paulistano reuniu fez participações em sons de outros coletivos: Kamau canta em "Descompassado", do pessoal do Sul, enquanto "Mais um Dia", da ala baiana, tem colaboração do MC Daniel Raillow (PrimeiraMente) na letra e no vocal.

"A música falava de uma coisa bem trivial, da gente descer a Augusta [os músicos de fora da capital paulista ficaram hospedados lá durante o projeto] e procurar um café pra tomar, e aí só tinha padoca, a padoca cheia... A gente falando sobre essas impressões de São Paulo. Depois Raillow chegou com outra letra que já era uma coisa do universo dele, e a gente sentiu que precisava harmonizar um pouco", conta Lívia Nery sobre a faixa, que tem participação também de Pedro Dom (O.C.L.A.), do grupo gaúcho, no piano elétrico.

Apresentação de Lívia Nery, Mahal Pita, Junix e João Meirelles no Pulsø

Fora as colaborações entre diferentes grupos, rolou muito de pessoas de um mesmo coletivo produzirem juntas pela primeira vez. "A gente se encontrava, se ouvia e asssistia ao show um do outro, mas nunca tinha parado pra fazer música", diz Macloys Aquino.

O grupo do Macloys (na ponta direita): Renato Cunha, Bruna Mendez, Lê Almeida, Vitor Brauer, João Victor, Braz Torres

Eles também fizeram parceria com outra sala, conexão que se deu ainda na primeira metade do projeto: os paraenses Adriano Sousa (bateria) e Douglas Dias (percussão) tocam com o grupo em uma faixa (veja o ensaio dela aqui).

Uma união que surgiu na segunda fase do Pulsø foi entre músicos do coletivo do curador Chico Dub, mais voltado para a experimentação eletrônica, e do grupo baiano. Além de terem produzido uma faixa em parceria, Abdala (GO), Haley Guimarães (PB), João Meirelles (BA) e Junix (BA) -- estes dois últimos companheiros de BaianaSystem -- tocaram juntos no fim do projeto.

Em 2017 o Pulsø está de volta. Enquanto isso, ouça as músicas desta edição, que o processo foi de aprendizado e o produto é fino.

Show do coletivo que reuniu músicos do Sul do país, com Pedro Dom, Gutcha Ramil, Zudizilla, Tiago Abrahão, Rafael Chaves e Erick Endres

Sonorização da obra "Zero Hidrográfico" que rolou no encerramento do Pulsø, com músicos do coletivo de Chico Dub e participação de João Meirelles

Gutcha Ramil (RS) e Lívia Nery (BA) ensaiam no porão do Red Bull Station

Jota Ghetto e Kamau em show no Pulsø

Haley Guimarães, Daniel Nunes e Paula Rebellato durante a ocupação

Keila Gentil (Gang do Eletro) na primeira apresentação que rolou no projeto

Zudizilla e Jhow Produz (ao fundo) em show no Pulsø

Os curadores: da esq. para a dir., Filipe Cartaxo, Macloys Aquino, Chico Dub e Kamau; Juliana Baldi e Félix Robatto, abaixo

Fotos: Felipe Gabriel / Red Bull Content Pool

Vídeo: Fernanda Ligabue

Para saber mais sobre o Pulsø: http://bit.ly/1PiYAbl

E para ver mais fotos da ocupação musical: http://bit.ly/1TXRkUp